Abrir o próprio negócio requer o uso de algumas ferramentas de gestão para facilitar a rotina. Por isso, contar com a ajuda da tecnologia faz toda a diferença na produtividade, controle das atividades e gestão de uma empresa.

Não adotar um gerenciador de tarefas, por exemplo, pode tornar o dia a dia um caos! Pensando nisso, vamos apresentar, neste post, os benefícios do uso dessa ferramenta de organização e dar exemplos das mais utilizadas atualmente no mercado. Vamos lá?

O que faz um gerenciador de tarefas?

Um aplicativo ou programa gerenciador de tarefas é um software desenvolvido com a finalidade de ajudar as pessoas a organizar os diversos tipos de atividades cotidianas. Por meio dele é possível relacionar as tarefas, definir prazos, controlar agendas de compromissos, sendo que alguns permitem até a comunicação direta via chat.

Para você entender melhor como o gerenciador de tarefas pode ser importante, vamos mostrar a seguir os benefícios desse tipo de ferramenta. Veja!

Quais seus benefícios?

Os gerenciadores de tarefas podem proporcionar diversas vantagens, mas vamos destacar aqui as três principais que farão a diferença na sua empresa:

Controle completo das tarefas

Esse é o principal benefício desse tipo de ferramenta! Com o uso de um gerenciador, é possível verificar exatamente como está o desenvolvimento de cada tarefa, onde estão os principais gargalos e se tem alguma atividade precisando de atenção especial.

Com isso, é possível tomar atitudes específicas para ajudar no cumprimento e acompanhamento de prazos, mantendo tudo em dia. Também é possível avaliar a quantidade de tempo e de recursos utilizados, além do desempenho de cada empregado.

Facilita a comunicação dos colaboradores

Com o uso de um gerenciador de tarefas os colaboradores têm uma ferramenta de contato direto com toda a equipe envolvida em uma atividade. Assim, ele pode resolver dúvidas e pendências diretamente com a pessoa responsável, sem a necessidade de intermediários.

Centralização de informações

Controlando as atividades em gerenciadores de tarefas, todas as informações relacionadas a cada tarefa ficam armazenadas na ferramenta. Conforme os níveis de acesso são definidos, é possível obter diversas informações importantes — como a agenda de tarefas de todos os empregados e se tem alguém que está sobrecarregado enquanto outros estão mais tranquilos.

Quais os principais aplicativos do mercado?

Se você é da turma de empresárias que ainda não utiliza nenhum gerenciador de tarefas, listamos abaixo os principais programas atuais para lhe ajudar a escolher o melhor para o seu negócio. Confira!

Cal (Any.Do)

A ideia desse aplicativo é ser um calendário integrado, por isso, possui uma interface bastante intuitiva que ajuda na visão global das tarefas. Ele ainda permite a sincronização com suas contas Google, Outlook, entre outras, e a criação de eventos por comandos de voz.

OptimizeMe

A OptimizeMe é uma ferramenta que busca mostrar o lado qualitativo da gestão de tarefas, levando em consideração a categorização das atividades realizadas. Assim, ela traz dados sobre os tipos de tarefas que mais ocupam o seu tempo.

Google Agenda

Criado pela gigante da internet, o aplicativo faz integração e sincronização automática entre todos os produtos Google atrelados à conta. Além disso, diversos sites e sistemas fazem integração com ele tornando a agenda ainda mais centralizadora.

Evernote

Esse programa é excelente para fazer diversas anotações e manter as informações organizadas e de fácil acesso. Ele também permite o compartilhamento de dados com outras ferramentas.

Assim como um ERP pode ajudar nas áreas administrativas, um gerenciador de tarefas é indispensável para o funcionamento saudável de uma empresa. Agora queremos saber: você utiliza algum desses no seu dia a dia? Sentiu falta de algum? Então deixe o seu comentário no campo abaixo!

Assine nossa newsletter e tenha acesso aos nossos conteúdos em primeira mão!

Consultoria Gratuita

para mulheres que empreendem
ou querem empreender

Autoavaliação do seu perfil empreendedor!

Descubra as capacidades empreendedoras em você mesma e explore os pontos que precisam de melhoria. Se conhecer é o primeiro passo!